Google+ Followers

16 novembro, 2011

Davi: Um pastor com visão de Reino



Do pastoreio das ovelhas de seu pai, ao pastoreio do Povo de Deus

A Ascensão de Davi:

            Davi, filho de Jessé, da tribo de Judá, viveu aproximadamente entre os anos 1055 à 985 a.C e reinou 40 anos em Israel.
Quando jovem, sendo o mais novo dentre oito filhos, sua modesta função era pastorear as poucas ovelhas de seu pai. Como pastor, bravamente matou (pelo menos) um leão e um urso para defender suas ovelhas, e posteriormente este fato corroborou para que o rei Saul lhe permitisse enfrentar o gigante Golias.
O moço “ruivo, de belos olhos e boa aparência” tinha também habilidade musical, tocava harpa e era um poeta nato.
Foi o segundo rei de todo o Israel, mesmo sem ter sido filho do primeiro rei, Saul. Foi contemporâneo de Samuel, famoso profeta do Antigo Testamento.
Após derrotar um gigante filisteu - Golias - ficou famoso e passou a exercer atividades militares e auxiliares da corte. Sua popularidade chegou ao ponto de causar inveja ao rei Saul, que tentou matá-lo e passou a persegui-lo.
Fugitivo, Davi organizou um exército que crescia dia a dia e o protegia em suas peregrinações. Sua liderança era forte e sua sabedoria eram notáveis.
Teve por duas vezes a vida do rei Saul em suas mãos, poderia tê-lo matado como forma de vingança, mas não o fez.
Após a morte de Saul em campo de batalha, Davi foi ungido rei da tribo de Judá em Hebrom, enquanto que Is-Bosete, filho de Saul reinou sobre Israel. Com a morte de Is-Bosete, Davi assume o reino de todo o Israel, consolidando um longo e próspero reinado.

Versículo-chave

E também outrora, sendo Saul ainda rei sobre nós, eras tu o que saías e entravas com Israel; e também o SENHOR te disse: Tu apascentarás o meu povo de Israel, e tu serás príncipe sobre Israel”. (II Sm 5.2)

Pensamento-chave

            Davi foi escolhido por Deus para reinar e pastorear o povo de Israel. Ele permeneceu fiel a Deus e ao rei, e servindo o povo, mesmo sendo perseguido injustamente. Liderança e comunhão com Deus se harmonizam na vida de Davi.            

Virtudes e fraquezas de Davi

            A primeira grande virtude que encontro na história de Davi é sua coragem e temor: temor de Deus e coragem para enfrentar os inimigos do Senhor. Isso está claro no episódio em que ele derrota o gigante Golias que afrontava o Deus de Israel.
            Temos ainda a submissão e honra que Davi tinha para com suas autoridades, principalmente o rei Saul. A sabedoria também é uma de suas virtudes: a Bíblia dá testemunho de que seu comportamento era apreciado pelo povo. Muitas outras virtudes nós poderíamos enumerar.

            Neste período de sua vida, não são muitas as fraquezas visíveis de Davi. As fraquezas mais gritantes de Davi aparecem depois de seu reinado já confirmado sobre todo o Israel. Mas, eu começaria por sua fúria. Na cultura da época isso era questão de honra, mas para nós, seria exagero fazer o que Davi quase fez com Nabal, por mais que este lhe tenha sido hostil.
Talvez poderíamos falar sobre a guerra civil. Será que não dava para ter evitado? Isso nós não sabemos ao certo.

APLICAÇÕES

Ungido
Devemos entender, como missionários, que é a unção, ou seja, o Espírito de Deus em nós que nos mantém e nos dá vitória. Toda a ascensão de Davi começou após ser ungido por Samuel. O próprio Davi reconhece isso em vários de seus salmos, um deles é bastante conhecido: “Preparas uma mesa perante mim, na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo...”. Ele está dizendo que é o Senhor quem o faz triunfar perante seus inimigos, e não simplesmente suas habilidades.

Escolhido
Ainda falando sobre sua escolha, mas analisando outro aspecto, Davi foi escolhido por Deus, por razões que desconhecemos. Ele era o mais novo dentre os filhos de Jessé, mas Deus simplesmente o escolheu. Sim, é Deus quem nos escolhe, Ele nos amou primeiro.

Chamado
O chamado de Davi, o propósito para o qual Deus o escolheu é fascinante. O Senhor o designou para apascentar o povo escolhido. Como fazia quando jovem, matando animais selvagens para proteger as ovelhas de seu pai, a missão de Davi consistiu em pastorear a nação de Israel, liderando-a e derrotando os inimigos do povo de Deus.

Filosofia de vida
A filosofia de vida de Davi era crer que o Senhor dos exércitos era poderoso para cuidar e pastorear Israel e sua própria vida. Assim sendo, Davi abraçou para si o propósito de Deus: estabelecer Seu reino entre as nações.

Comunhão com Deus
A vida devocional de Davi também é admirável. Era harpista e compositor. Seus salmos revelam sua sinceridade perante Deus. Sua prática e disciplina de louvor e oração nos ensinam a importância de se cultivar comunhão com Deus.   

Entre Deus e os homens
Mesmo sabendo que o Senhor o havia ungido para ser rei, Davi honrou o reinado de Saul, mas não deixou de exercer sua liderança em prol do povo de Israel. Enquanto fugia de Saul, Davi não parou de perseguir os povos inimigos de Israel. Davi soube conciliar seu compromisso para com o rei Saul com seu compromisso para com Deus. Isto em Davi é verdadeiramente fascinante.

Davi X Saul
            Contrastando e comparando Davi com Saul, ambos foram chamados por Deus, mas somente Davi permaneceu fiel ao chamado até o fim. Ambos reinaram sobre Israel, mas foi Davi quem consolidou o reino entre as nações. Ambos sabiam exercer autoridade, mas Davi também sabia sujeitar-se à autoridade. Os dois começaram bem, mas Saul terminou mal. Os dois deixaram um legado, o de Davi foi muito maior e mais nobre.

Fatos em ordem cronológica na vida de Davi até tornar-se efetivamente o rei de Israel, com base em I e II Samuel:

Davi, o filho mais novo de Jessé                                           - I Sm 16:11
Davi é escolhido por Deus                                                    - I Sm 16:12
Com sua harpa, Davi acalma Saul                                        - I Sm 16:23
Davi vence Golias                                                                 - I Sm 17:50
Amizade de Davi e Jônatas                                                   - I Sm 18:1
Davi é aclamado pelo povo                                                  - I Sm 18:7
Saul tentar matar Davi                                                         - I Sm 18:11
Davi casa-se com Mical                                                       - I Sm 18:27
Saul tenta matar Davi de novo                                             - I Sm 19:10
Jônatas o alerta e Davi foge                                                 - I Sm 20:42
Davi vai até Aimeleque                                                        - I Sm 21:1
Vai até Aquis, rei de Gate                                                     - I Sm 21:10
Até a caverna de Adulão; recebe os primeiros valentes     - I Sm 22:1
Lidera os 400                                                                         - I Sm 22:2
Vai para Mispá em Moabe                                                   - I Sm 22:3
Davi livra Queila                                                                   - I Sm 23:5
Em Zife, sendo procurado por Saul, ainda                           - I Sm 23:14
Último encontro de Davi e Jônatas                                       - I Sm 23:16
Traído pelos Zifeus                                                                - I Sm 23:19
Quase é pego em Maom                                                      - I Sm 23:24
Vai para Em-Gedi                                                                  - I Sm 23:29
Davi poupa Saul                                                                    - I Sm 24:10
Nabal é hostil a Davi, Abigail salva Nabal                            - I Sm 25:34
Casamento com Abigail                                                        - I Sm 25:42
Traído novamente pelos Zifeus                                            - I Sm 26:1
Novamente poupa a Saul                                                      - I Sm 26:23
Davi foge para a terra dos filisteus; Gate                            - I Sm 27:1
Aquis entrega Ziclague para Davi habitar                           - I Sm 27:6
Davi ganha a confiança de Aquis                                         - I Sm 27:12
Davi vence os amalequitas e resgata mulheres e filhos      - I Sm 30:18
Saul morre aos 80 anos                                                        - I Sm 31:4
Davi lamenta a morte de Saul e Jonatas                              - II Sm 1:11
Davi torna-se rei em Israel à partir de Hebrom (Judá)       - II Sm 5:4 e 2:4
Is-Bosete é aclamado rei de Israel                                       - II Sm 2:10
Guerra civil entre Davi e Is-Bosete                                       - II Sm 2:17
Termina a guerra                                                                  - II Sm 2:28
Abner alia-se a Davi e leva-lhe Mical                                              - II Sm 3:13
Abner é assassinado por Joabe                                             - II Sm 3:27
Rei Is-Bosete é assassinado                                                  - II Sm 4:6
Davi pune Recabe e Baaná, assassinos de Is-Bosete                       - II Sm 4:12
Davi é aclamado rei de Israel                                                          - II Sm 5:3  


Davi, em homem segundo o coração de Deus

“... Achei a Davi, filho de Jessé, homem conforme o meu coração, que executará toda a minha vontade”. (Atos 13.22)

Nenhum comentário:

Postar um comentário