Google+ Followers

18 fevereiro, 2011

OLHOS (Esequiel Carvalho Júnior)

O Júnior (Esequiel Carvalho Júnior) é meu irmão.
Estudante de história e teologia, Júnior tem o chamado para o ensino.
Tenho muito orgulho de ser seu irmão.
Acompanhemos um de seus artigos:


OLHOS

“Os olhos são os órgãos da intelectualidade por excelência.”

Talvez, quem disse isso tenha pensado no fato de que com os olhos um cientista possa olhar no microscópio as minúcias da natureza ou na luneta o macrocosmo, procurando analisá-los atenciosamente, buscando conhecer a realidade. Da mesma forma o cientista social deve olhar com atenção a realidade humana que ele tem por objetivo estudar, para então entendê-la melhor.
Mas o que dizer dos olhos do Filho do Homem?

“...e os seus olhos, como chama de fogo;” Ap 01.14b

Essa é a descrição dos olhos do Filho do Homem, (e sabemos que o Filho do Homem é Jesus) visto pelo apóstolo João na ilha de Patmos. Também sabemos que Jesus é Deus Filho.
Em primeiro lugar, os olhos de Jesus estão sobre as menores partículas de matéria e sobre as menores moléculas de vida, analisando-as e sabendo como cada uma age e reage em relação às outras e quais são suas características.
Em segundo lugar, Jesus, com seus olhos flamejantes, vê todo o Universo e cada uma de suas partes, conhecendo cada planeta, estrela e a rota do menor dos meteoritos e para onde vai o maior de todos os meteoros, como também a distância entre cada um deles.

Com uma diferença:

Os olhos de Jesus são como se fossem de fogo, o que nos dá a entender esplendor, brilho especial, uma luz impossível de passar desapercebida.
É a luz que faz com que nossos olhos possam perceber o que há em nosso redor. A luz que faz com que enxerguemos nosso derredor é uma luz externa: a luz do sol.
Por isso, os olhos de Jesus são especiais: eles possuem luz própria. Ele nunca vai precisar de um sol, ou uma estrela qualquer para fazê-lo enxergar seu entorno. Seus próprios olhos possuem a luz necessária para proporcionar-lhe a visão. É uma das características que o diferencia dos homens e dá a entender que Ele é Deus.
E são esses olhos possuidores de esplendor próprio, independente de qualquer outro astro, que estão sobre mim, de modo que nunca poderei esconder-me deles. Eles estão sobre mim ao ponto de saberem as minúcias de meu ser, daquilo que sou da forma que nenhum microscópio pode analisar. De uma forma tão ampla que vê todo o meu derredor, ao ponto de saber de onde eu vim, meu lugar dentro do Universo, e para onde eu vou como nenhum telescópio pode ver qualquer astro.
O Altíssimo me contempla e observa meus passos, com quem converso, com quem estou agindo e contra quem reajo enquanto me movo no mundo humano, ao ponto de saber como sou, melhor do que toda uma equipe de antropólogos, sociólogos ou psicólogos poderá me pesquisar.
Esse é o olhar de Jesus hoje, como foi na ilha de Patmos para João, e sempre o será, que me perscruta melhor do que a melhor sonda do melhor cientista, a visão de Deus.
Este é o olhar flamejante do Senhor!


Esequiel Carvalho Júnior      

Nenhum comentário:

Postar um comentário